evangelho no lar 

  _- JESUS - MATEUS, 5: 4._

  PRECE

  Queridos irmãos, que a Paz de Jesus nos envolva e nos ampare neste nosso encontro de corações. Vamos orar:

  Vamos asserenando nossos corações, nossos pensamentos e elevando nossos sentimentos até nosso Mestre Jesus, depositando em suas Mãos Misericordiosas nossas atribulações, nossos problemas, nossas angustias e aflições, suplicando que nos fortaleça, que nos ampare e nos abençoe sempre, principalmente nos momentos em que nos sentimos mais fragilizados.

  Vamos também depositar em Suas Mãos nosso amor e nossa gratidão por tudo o que temos recebido, por tantas graças e bênçãos em nossas vidas.

  Rogamos Mestre Jesus, que nos dê a serenidade necessária para aceitarmos as coisas que não podemos modificar; que nos dê coragem para modificarmos aquelas podem ser modificadas e sabedoria para reconhecermos a diferença entre elas.

  Mestre Amado, rogamos ainda que, neste momento em que nos preparamos para estudarmos e refletirmos Tuas lições, permita a presença de nossos benfeitores espirituais para nos auxiliarem a compreensão dos Teus ensinamentos.

  E assim, Senhor, em Teu nome, em nome de Francisco de Assis, mas sobretudo em nome de Deus, nosso Pai, iniciamos nossos estudos.

  Permaneça conosco Senhor,

  Que assim seja.

MENSAGEM INICIAL

  "O REMÉDIO JUSTO"

  Perguntas, muitas vezes, pela presença dos espíritos guardiões, quando tudo indica, que forças contrárias às tuas noções de segurança e conforto, comparecem, terríveis, nos caminhos terrestres.

  Desastres, provações, enfermidades e flagelos inesperados arrancam-te indagações aflitivas.

  Onde os amigos desencarnados que protegem as criaturas?

  Como não puderam prevenir certos transes que te parecem desoladoras calamidades?

  Se aspiras, no entanto, a conhecer a atitude moral dos espíritos benfeitores, diante dos padecimentos desse matiz, consulta os corações que amam verdadeiramente na Terra.

  Ausculta o sentimento das mães devotadas que bendizem com lágrimas as grades do manicômio para os filhos que se desvairaram no vicio, de modo a que não se transfiram da loucura à criminalidade confessa.

  Ouve os gemidos de amargura suprema dos pais amorosos que entregam os rebentos, do próprio sangue no hospital, para que lhes seja amputado esse ou aquele membro do corpo, a fim de que a moléstia corruptora, a que fizeram jus pelos erros do passado, não lhes abrevie a existência.

 

  Escuta as esposas abnegadas, quando compelidas a concordarem chorando com os suplícios do cárcere para os companheiros queridos, evitando-se-lhes a queda, em fossas mais profundas de delinquência.

  Perquire o pensamento dos filhos afetuosos, ao carregarem, esmagados de dor, os pais endividados em doenças infectocontagiosas na direção das casas de isolamento, a fim de que não se convertam em perigo para a comunidade.

  Todos eles trocam as frases de carinho e os dedos veludosos pelas palavras e pelas mãos de guardas e enfermeiros, algumas vezes desapiedados e frios, embora continuem mentalmente jungidos aos seres que mais amam, orando e trabalhando para que lhes retornem ao seio.

  Quando vejas alguém submetido aos mais duros entraves, não suponhas que esse alguém permaneça no olvido por parte dos benfeitores espirituais que lhe seguem a marcha.

  O amor brilha e paira sobre todas as dificuldades, à maneira do sol que paira e brilha sobre todas as nuvens.

  Ao invés de revolta e desalento, oferece paz e esperança ao companheiro que chora, para que, à frente de todo mal, todo o bem prevaleça.

  Isso porque onde existem almas sinceras, à procura do bem, o sofrimento é sempre o remédio justo da vida para que, junto delas, não suceda o pior.

  Extraído do livro " O Livro da Esperança" – EMMANUEL, Psicografado por Chico Xavier.

LEITURA DO EVANGELHO
CAPÍTULO V – BEM AVENTURADOS OS AFLITOS

JUSTIÇA DAS AFLIÇÕES – ITENS 1 A 4

_ _

_1 – BEM-AVENTURADOS os que choram, porque serão consolados.
BEM-AVENTURADOS os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos. BEM-AVENTURADOS os que padecem perseguição por amor da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. (Mateus, V: 5, 6 e 10)._

_ _2_ – BEM-AVENTURADOS vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus. BEM-AVENTURADOS os que agora tendes fome, porque sereis fartos.
BEM-AVENTURADOS vós, que agora chorais, porque rireis. (Lucas, VI: 20 e 21)_

  _Mas ai de vós, ricos, porque tendes no fundo a vossa consolação. Ai de vós, os que estais fartos, porque tereis fome. Ai de vós, os que agora rides, porque gemereis e chorareis. (Lucas, VI: 24 e 25)._

  JUSTIÇA DAS AFLIÇÕES

  3 – As compensações que Jesus promete aos aflitos da Terra só podem realizar-se na vida futura. Sem a certeza do porvir, essas máximas seriam um contrassenso, ou mais ainda, seriam um engodo. Mesmo com essa certeza, compreende-se dificilmente a utilidade de sofrer para ser feliz. Diz-se que é para haver mais mérito. Mas então se pergunta por que uns sofrem mais do que outros; por que uns nascem na miséria e outros na opulência, sem nada terem feito para justificar essa posição; por que para uns nada dá certo, enquanto para outros tudo parece sorrir? Mas o que ainda menos se compreende é ver os bens e os males tão desigualmente distribuídos entre o vício e a virtude; ver homens virtuosos sofrer ao lado de malvados que prosperam. A fé no futuro pode consolar e proporcionar paciência, mas não explica essas anomalias, que parecem desmentir a justiça de Deus.

  Entretanto, desde que se admite a existência de Deus, não é possível concebê-lo sem suas perfeições. Ele deve ser todo poderoso, todo justiça, todo bondade, pois sem isso não seria Deus. E se Deus é soberanamente justo e bom, não pode agir por capricho ou com parcialidade. As vicissitudes da vida têm, pois, uma causa, e como Deus é justo, essa causa deve ser justa. Eis do que todos devem compenetrar-se. Deus encaminhou os homens na compreensão dessa causa pelos ensinos de Jesus, e hoje, considerando-os suficientemente maduros para compreendê-la, revela-a por completo através do Espiritismo, ou seja, pela voz dos Espíritos.

  REFLEXÕES_:_ Ser bem-aventurado significa ser feliz. Se pensarmos que a vida termina com a morte do corpo, as palavras de Jesus não têm o menor sentido, são promessas vãs. Se aceitamos Jesus como Espírito mais perfeito que veio enviado por Deus para auxiliar os homens na Terra, só podemos entender essas bem-aventuranças, como uma promessa para a vida além da morte. Assim, uma vez mais, Jesus deixa bem clara a ideia da imortalidade da alma, da vida futura após esta. Kardec inicia os seus raciocínios, relacionando essas palavras de Jesus com a justiça de Deus. Nossa dificuldade em compreender as aflições decorre de nossa dificuldade de compreender Deus, de compreendermos que a Lei de Deus é de amor e de justiça e jamais de castigos e de punições. As dores e sofrimentos que cada um de nós experimentamos estão diretamente relacionadas com os atos errados praticados por nós mesmos em nossas vidas. Nada, portanto, é gratuito. Pensemos nisto!

  PRECE E VIBRAÇÕES –

  "COLOCA O TEU RECIPIENTE DE ÁGUA CRISTALINA À FRENTE DE TUAS ORAÇÕES E ESPERA E CONFIA." [EMMANUEL / CHICO XAVIER]

  E assim, com nossos pensamentos e sentimentos harmonizados vamos nos elevando até Nosso Pai, agradecendo a Deus, por todas as graças que nos foram enviadas neste momento de estudo, reflexão e prece em que estivemos em comunhão convosco. Agradecemos Mestre Jesus, pelos mensageiros de Luz que nos envia sempre para nos socorrer os males e nos orientar em nossos caminhos. Aos benfeitores espirituais, nosso agradecimento por todo o bem que nos fizeram e que Jesus os ilumine cada vez mais.

  E, ao finalizarmos nossos estudos, queremos ainda pedir ao Pai que abençoe nosso propósito de servir e a Jesus, que nos ajude a auxiliarmos e a compreendermos sempre mais. Rogamos Mestre amado por todos aqueles que, encarnados ou desencarnados, estejam em situação de sofrimento.

  Rogamos por todos os povos, principalmente por aqueles que estão passando por tragédias da natureza, que estão sem seus lares para abriga-los. Daí a eles Mestre Jesus o conforto do Teu amor.

Rogamos Senhor por todos os que se encontram enfermos da alma ou do corpo físico, para que recebam o bálsamo para suas dores.

Vibramos, com carinho e amor pelos desempregados, pelos que estão em solidão, pelos que sofrem de depressão, pelos idosos, por aqueles que vivem pelas ruas, para que todos sejam amparados em suas necessidades.

Vibramos, respeitosamente, por nossos irmãos suicidas, para que sejam acolhidos e esclarecidos.

Vibramos pelas crianças e por todos os jovens, para que sejam sempre conduzidos pelos caminhos do bem.

Senhor, que a proteção divina se estenda sobre todos os lares, ao nosso também, para que neles reine sempre o amor e o respeito.

Vibramos pela Paz Mundial, pela harmonia entre os povos, pelo nosso Brasil e nossos governantes, por todas as religiões.

Rogamos por todos os espíritos com tarefas Evangélicas, divulgadores do Teu Evangelho, Mestre Jesus.

Rogamos especialmente por nossa Casa Espírita, que acolhe e reconforta a todos indistintamente, por todos os trabalhadores e voluntários e, por todos os assistidos.

  Senhor, que através de Vossa bondade, nossas águas sejam fluidificadas, trazendo-nos saúde e paz. Que Vosso amor proteja a todos nós e não nos deixes cair na tentação do repouso. Dai-nos sempre Senhor, ânimo firme para jamais desistirmos; fé para vencermos as nossas fragilidades, esperança para que tudo dê certo e Vosso amor para estarmos sempre fazendo o melhor que há em nós. E assim Mestre Jesus, agradecemos por todas as bênçãos e ensinamentos de hoje, que possamos Mestre, entendermos a benção da reencarnação e amarmos sempre mais aqueles que caminham conosco.

Graças Senhor pelo privilégio do trabalho no bem, do estudo edificante e principalmente pela Tua presença em nossas vidas.

Assim seja!

Graças a Deus, graças a Jesus.

  A TODOS, UMA SEMANA ABENÇOADA.

  PAZ E LUZ.

contato

Deixe-nos um recado

Assunto
Cores